Dieese aponta queda de emprego formal no Pará

Diesse

Foto: internet

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese/PA), realizou uma pesquisa e constatou que o emprego formal no Pará voltou a apresentar queda na geração de postos de trabalho no mês de maio, assim como em vários estados da região Norte.

A pesquisa do Dieese/PA mostrou ainda que a evolução emprego formal no Pará mostrou que no mês de maio , houve queda de 0,26%, pois foram feitas no período, 20.450 admissões e 22.302 desligamentos, o que gerou um saldo negativo de 1.852 postos de trabalho no setor formal da economia.

No mesmo período do ano passado, o Estado também apresentou queda na geração de empregos formais, só que bem maior que o verificada este ano. Foram feitas no Pará, 21.588 admissões e 24.501 desligamentos, o que gerou um saldo negativo de 2.913 postos de trabalho no setor Formal da economia.

No mês de maio, a maioria dos Setores Econômicos do Estado apresentaram quedas na geração de empregos formais, as mais expressivas foram, a agropecuária com queda de 1,06%, seguido do comércio com queda de 0,69% e do setor serviço com queda de 0,09%.

Também no mês de maio, alguns setores econômicos apresentaram crescimento na geração de empregos formais, com destaque para serviço indústria e utilidade pública com 1,14%, seguido do setor da construção civil com crescimento de 0,34%.

As análises do Dieese/PA mostram ainda que no mês de maio a maioria dos Estados da Região Norte apresentaram crescimento na geração de empregos formais, com destaque para Tocantins com saldo positivo de 441 postos de trabalho, seguido de Roraima com saldo positivo de 267 postos de trabalho, Acre com saldo positivo de 200 postos de trabalho e de Rondônia com saldo positivo de 194 postos de trabalho.

No mês de maio o destaque negativo na geração de empregos formais ficou com o Pará, que teve a perda de 1.852 postos de trabalho, seguido do Amazonas com a perda de 225 postos e do Amapá com a perda de 49 postos de trabalho.

Dol Com informações do Dieese/PA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúnciantes
Anúnciantes