PF investiga uso ilegal de terras no Pará

Operação Liberdade

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (5) a Operação Liberdade, que investiga uma série de crimes nos municípios de Pacajá e Redenção, no sudeste paraense, relacionados ao uso indevido de terras da união e extração ilegal de madeira.

Entre os envolvidos, estão um ex-secretário de Meio Ambiente do município de Pacajá e uma presidente da Associação de Extrativismo Rio Uruanã, que tiveram as prisões preventivas decretadas. Segundo investigação da PF, uma organização criminosa operava ocupando irregularmente terras públicas e ou particulares, chegando a usar a força e ameaças para amedrontar seus posseiros. O objetivo era realizar a exploração ilegal de produtos florestais e outros crimes relacionados sem oposição.

O bando ainda chegava a enganar outras pessoas, que passaram a figurar formalmente como possuidores responsáveis pelos imóveis rurais, na condição de “laranjas”. Assim, os procedimentos administrativos de fiscalização realizados pelos órgãos ambientais, como multas e embargos lavrados pelo IBAMA, por exemplo, eram tombados em seus nomes, e não nos dos verdadeiros responsáveis pelos crimes ambientais.

Os envolvidos estão sendo acusados de invasão de terra da União, extração ilegal de madeira, falsidade ideológica, receptação qualificada e ameaça, entre outros crimes. A decisão judicial também determinou o sequestro dos ativos financeiros pertencentes aos investigados.

DOL Com informações da Polícia Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúnciantes
Anúnciantes